O estilo amarone

Tintas

 

  • O Amarone della Valpolicella é um dos mais intrigantes e complexos vinhos italianos.

 

  • Produzido numa restrita área no entorno de Verona (Veneto), é vinificado principalmente com três uvas autóctones: a Corvina, a Rondinela e a Molinara.

 

  • Mas a maior particularidade na sua elaboração é que estas uvas passam por um processo de “apassitamento”, isto é, de secagem, tornando-se quase uvas passas.

 

  • Neste período, muito mais do que perder água e concentrar açúcares, estas uvas sofrem importantes processos enzimáticos e na maioria das vezes são atacadas pela “Podridão Nobre”, que concentra os açúcares e sofistica os aromas.

 

  • Todo este processo resulta num vinho encorpado e com excepcional complexidade onde explodem aromas de compotas, passas, ameixas pretas e notas balsâmicas. Na boca se destacam frutas passas, em compotas e cristalizadas, além de elegantes e complexas notas de especiarias. A passagem por carvalho confere ainda mais complexidade e torna seus taninos e o álcool (entre 15 e 17%) muito equilibrado e harmônico.

 

  • Na Leone di Venezia, por pura paixão, cultivamos as três maravilhosas uvas e elaboramos apenas algumas garrafas, na melhor tradição veronese, pondo em prática todo o conhecimento e o fascínio adquiridos nesta mágica região.

.